Melhor ataque da seleção nos últimos anos ainda possui vagas abertas
Futebol Interativo
Carregando...

08-11-22 |

Melhor ataque da seleção nos últimos anos ainda possui vagas abertas

Compartilhe img

Melhor ataque da seleção nos últimos anos ainda possui vagas abertas


Com o setor cheio de bons nomes, ainda há dúvidas sobre quais serão os convocados e os titulares no Catar.

Faltando menos de um mês para a estreia da Seleção Brasileira na Copa do Mundo do Catar contra a Sérvia, o ataque é de longe o setor com mais vagas indefinidas.

Com o ataque mais recheado de craques em anos, Tite se encontra na boa, mas por outro lado, ingrata situação de escolher quais atacantes estarão na lista dos 26 convocados para defender a amarelinha no Catar.

Pelas convocações das duas últimas datas FIFA, serão 8 ou 9 os nomes que irão compor o ataque brasileiro. Desses, é seguro dizer que pelo menos 5 tem a vaga garantida: Neymar Jr, Raphinha, Richarlison, Vinicius Jr e Rodrygo. Deixando assim no mínimo 3 vagas em aberto.

Pedro é um dos mais cotados para completar o time. O flamenguista, em 12 partidas pela Libertadores balançou a rede 12 vezes, sendo o artilheiro dessa edição. As dúvidas levantadas pelo fato de o centroavante atuar no futebol brasileiro são cada vez menos comuns em conta de seu ótimo desempenho dos últimos meses.

Antony é outro nome muito bem cotado para o Catar. Estreou bem pelo Manchester United e vem fazendo bons jogos pela seleção. Estando presente nas últimas convocações de Tite.

Outro bem-quisto por Tite é Gabriel Jesus. Apesar de seu mau desempenho na última Copa, desde que se transferiu para o Arsenal, o cria do Peri vem recuperando o bom futebol e já conta com cinco gols e três assistências em 11 partidas de Premier League.

Roberto Firmino também se encontra em uma situação parecida com a de Jesus. O atacante do Liverpool já foi figurinha carimbada no ataque brasileiro, porém caiu de rendimento e se tornou dúvida tanto no Brasil como nos Reds. Mas com o início da nova temporada europeia, o atacante reencontrou o caminho do gol e das assistências. O que resultou na convocação para os últimos amistosos contra Gana e Tunísia, nos quais acabou não saindo do banco de reservas.

Formações possíveis

Uma das prováveis formações do ataque brasileiro é a utilizada por Tite no amistoso contra Gana em setembro, na qual contava com Neymar como meia armador, potencializando as habilidades do craque na distribuição do jogo e com o trio de ataque sendo formado por Vinícius Jr e Raphinha pelas pontas e Richarlison como camisa 9. Aproveitando da versatilidade do “Pombo” de jogar em diferentes posições. Essa formação aproveita o potencial ofensivo do time, usando assim dois volantes e colocando em campo quatro jogadores que se encontram em ótima fase.

Outra formação possível é utilizar um trio no ataque, com Neymar pela esquerda ou até mesmo centralizado como um falso 9, como aconteceu na partida contra o Japão em junho. Sendo assim, Fred entraria ao lado de Casemiro e Lucas Paquetá para compor o meio campo. Sendo esse uma formação mais equilibrada que pode ser útil contra seleções mais fortes.

Quando se muda uma peça no ataque, todas as outras posições também sofrem alterações. E como Tite disse, as duas formações são opções reais e irá depender do estilo de jogo do adversário. Em uma Copa do Mundo é difícil definir um esquema tático definitivo. Tanto o momento dos jogadores como os adversários podem variar muito. Todos esses fatores devem ser considerados.

COMENTÁRIOS

COLUNISTA FI

Matheus Silva Gonçalves Ver mais desse colunista

0 comentários

Essa publicação ainda não tem comentários.

Quero ser um colunista FI